3.4.10. Comparação de custo entre cinco alternativas de estruturas de contenção

Há dois grupos de estruturas de contenção mais usuais:

• Estruturas convencionais: muros de gravidade, muros de flexão e gabiões.

• Estruturas de solo reforçado: terra armada e solo reforçado com geossintéticos.

O artigo de Plácido et. al. (2010) apresentou a comparação entre muro de flexão, muro de solo reforçado com geotêxtil, muro de solo reforçado com geogrelha, muro de gabião e terra armada. As alturas dos muros variam de 4 a 10 metros de altura, e os resultados no gráfico da Figura 44 mostram o custo por altura, por metro linear construído. Os resultados apontam que o muro de solo reforçado com geotêxtil foi a solução mais econômica, para todas as alturas avaliadas, e o muro reforçado com geogrelha foi a segunda mais econômica, para alturas de até 8,5 metros. A solução convencional em muro de flexão foi a mais cara, para muros de até 7 metros de altura, e as soluções em terra armada e gabião apresentaram custos intermediários. Para altura superior a 7 metros, o muro de gabião foi a alternativa mais cara.

Mitchel e Villet (1987) comentam que entre a maioria dos casos de estruturas de contenção, aquelas reforçadas com geotêxtil são de 20 a 50% mais baratas que as soluções convencionais, porque o material geotêxtil tem menor custo, e o método de construção simples resulta em baixo custo de execução. Os custos geralmente incluídos nessa estimativa são:

• Escavação

• Geotêxtil

• Instalação do geotêxtil

• Reaterro e lançamento

• Colocação das camadas

• Painéis do faceamento


A Tabela 11 apresenta a comparação de custos entre talude reforçado com geogrelha e outras soluções.