1.1. Conceito

Reforço de solo com geossintéticos é um sistema construtivo que utiliza uma série de camadas alternadas de solo ou material granular e um geossintético, que pode ser uma geogrelha ou um geotêxtil tecido, constituindo um maciço ou estrutura reforçada em obras de recomposição e contenção, que requerem taludes mais íngremes, encontros de ponte, muros de arrimo e em aterros sobre solos moles, melhorando a sua capacidade de suporte. A Figura 1 mostra as aplicações mencionadas.

Uma vantagem importante do sistema construtivo com solo reforçado é a redução do tempo de execução da obra.

O mecanismo do solo reforçado é similar ao do concreto armado, no qual a massa reforçada pode ser considerada um material composto com propriedades melhoradas, particularmente em tensão e cisalhamento, em relação ao solo ou ao concreto sem reforço. O princípio desse mecanismo se deve a combinação da resistência à compressão do solo ou material granular com a resistência à tração do geossintético, resultando em uma estrutura resistente internamente, capaz de suportar cargas elevadas, sem sofrer deformação excessiva, uma vez que o reforço absorverá os esforços de tração e tensões de cisalhamento.