3.4.5. Estabilidade Interna

O método recomendado para as análises da estabilidade interna é o proposto por Mitchel e Villet (1987). Esse método é de simples aplicação e gera um dimensionamento verificado como adequado na prática. Portanto, este item está baseado na íntegra na publicação de Mitchel e Villet.

É importante ressaltar que, por ser uma metodologia de países temperados, inicialmente o método não contempla o uso da coesão efetiva do nos cálculos. Contudo, a consideração desse parâmetro é de simples inserção no método, devendo ser incluído na determinação da força horizontal em cada camada do reforço e na resistência ao arrancamento do mesmo.