3.4.9. Drenagem

Drenagem no topo e crista da estrutura de solo reforçado

Para a água proveniente da chuva e de outras contribuições, que sejam direcionadas para o topo da estrutura, deve ser previsto um sistema de drenagem superficial, constituído por canaletas longitudinais e transversais ou escadas dissipadoras de energia. A água coletada nessa superfície deve ser direcionada de forma adequada para o pé do muro.

Drenagem interna

Deve ser evitada a presença de água no interior do solo reforçado, conforme explicado no item 3.4.5.2, devido ao risco de haver uma redução da segurança da estrutura. Por isso, deve ser projetado um sistema de drenagem eficiente, que geralmente é constituído por um colchão drenante, com espessura de 20 a 50 centímetros, na parte inferior e na interface entre o solo reforçado e a região não reforçada do solo adjacente, como mostra as Figuras 25 e 43.

Drenagem do tardoz

Uma camada drenante ao longo de toda a altura da estrutura, junto a face ou tardoz, também é importante para o bom desempenho da estrutura reforçada, Figura 43.