Aula Anterior Continue  

  5.6. Deslizamento Lateral

O reforço deve resistir a força horizontal devido ao deslizamento lateral do aterro. Figura 88d. A força de tração gerada no reforço deve provocar uma deformação compatível com o movimento lateral admissível da estaca, eliminando assim a necessidade de estacas inclinadas. A força de tração no reforço, Tds, necessária para resistir ao empuxo ativo do aterro, conforme a Figura 92, é:

Em que:

Tds: força de tração por metro no reforço necessária para resistir o empuxo lateral do solo do aterro;

H: altura do aterro;

g: peso específico do solo do aterro;

ws: sobrecarga no topo do aterro;

ffs: fator parcial para o peso específico do solo, Tabela 15;

fq: fator parcial para cargas externas aplicadas, Tabela 15.

Para gerar a força de tração Tds no reforço, o solo do aterro não deve deslizar para fora sobre o reforço, Figura 92. Para evitar o deslizamento horizontal, o comprimento mínimo de aderência do reforço, Le, deve ser:

A estabilidade local do solo do aterro também deve ser verificada.